Saiba tudo o que rolou no Geotrends 2020 - Consumo 2@21

Linkedin-Geotrends---pos-evento

Em três dias de evento, tivemos centenas de participantes trocando aprendizados, cases de sucesso, tendências e novidades, em uma edição 100% global e digital.

Aproveitamos, também, para criar um grupo especial Geotrends no Telegram. Vem trocar experiências conosco e saber das novidades de consumo e inteligência geográfica em primeira mão!

Confira os destaques:

[Dia 1 - 27/10]

Proteja sua marca

stefano-arpassy-2-wgsn-palestrantes-geotrendsStefano Arpassy, consultor da WGSN Mindset, mostrou as principais tendências de comportamento de consumo em 4 pilares:

  • Marca: as pessoas esperam iniciativas dos CEOs e responsabilidade social por parte das empresas, em uma sociedade cada vez mais complexa;
  • Mercado: em um mundo de desinformações, a confiança nas empresas se tornou um KPI,e a transparência e a credibilidade são grandes diferenciais;
  • Consumidor: em meio ao distanciamento social, a coletividade emerge como uma força transformadora - exemplo disso é o crescimento do consumo nos mercados locais;
  • Produto: o novo valor agregado é a durabilidade e a sustentabilidade das soluções, com os consumidores desejando coisas que são não apenas úteis, mas reutilizáveis; o consumismo perde espaço para a busca por estabilidade.

Cidades sob o olhar do consumo

susana-figoli-geofusion-palestrantes-geotrendsSusana Figoli, diretora de Inteligência de Mercado da Geofusion, explicou como a inteligência geográfica solucionou problemas no passado e no presente

  • Sanitariedade: o conhecimento geográfico esteve entre os fatores que resolveram um surto de cólera e remodelaram o espaço urbano no século XIX, como forma de responder a crises sanitárias que acometiam a população;
  • Estratégia: na atualidade, o entendimento de territórios potencializou negócios em um cenário no qual convém estar próximo do público, mas mantendo a distância; BOPIS, dark stores e delivery são alguns desses cases;
  • Tecnologia: com as mudanças de hábitos por causa da pandemia, cidades se adaptam para que a população resolva o máximo de coisas em apenas 15 minutos fora de casa; proximidade e conveniência são as palavras-chave para isso.

Transformação digital além da tecnologia

carol-nucci-weme-palestrantes-lpCarol Nucci, CMO da Weme, contou sobre os aspectos que realmente estão por trás de empresas inovadoras:

  • Customer Centricity: para crescer em conjunto os clientes, é preciso entregar valores que de fato resolvem problemas para eles, e não apenas vender produtos;
  • Agilidade: testar soluções, buscar respostas e se adaptar com rapidez são os passos que devem ser seguidos para obter assertividade nas soluções;
  • Disrupção: a experiência do consumidor está em alta, mas é necessário cuidado para que a corrida desenfreada por rupturas não ofusque o que o cliente realmente precisa;
  • Contemporaneidade: ainda que queiram inovar, muitas empresas ficam presas a processos lentos e engessados, precisando rever aspectos para se adaptarem;
  • Contexto: as organizações têm suas próprias dinâmicas internas e externas; por isso, cada uma possui sua forma particular de inovar.

 

[Dia 2 - 28/10]

Tendências em meios de pagamento

palestrante-ana-paula-lapa-mastercard-geotrends-2020Ana Paula Lapa, Vice-Presidente da Mastercard, apontou algumas das principais novidades do segmento atualmente:

  • Segurança: formas cada vez mais inteligentes de autenticação começam estão sendo implementadas pelas empresas, para diminuir os riscos nas transações;
  • Demanda: pesquisas indicam aumento no uso de pagamentos digitais, além de mudanças no comportamento e expectativas do consumidor para que isso se consolide;
  • Instantaneidade: o mercado financeiro se adapta cada vez mais nos dias de hoje para garantir liquidação rápida e prática para os usuários desses serviços.

Inovação em inteligência geográfica de mercado

pedro-figoli-geofusion-palestrantes-geotrendsPedro Figoli, nosso CEO na Geofusion, mostrou as soluções que estão por vir para transformar o mercado no Brasil, com mais:

  • Vivacidade: Dados semanais, especialmente para indústrias de bens de consumo e vendas sazonais, com informações como ticket médio de clientes, recompra e volumes de vendas mês a mês;
  • Granularidade: Mais precisão para entendimento a respeito do potencial de consumo para tipos de produtos conforme público-alvo desejado;
  • Facilidade: Soluções personalizadas com métodos estatísticos para grandes grupos que precisam saber onde existe maior aderência para bandeiras específicas.

Crescimento & competitividade

alex-leite-palestrantes-lpAlex Leite, diretor da Live University, deu um show com uma vasta coletânea de cases de estratégias que grandes empresas usam para inovar, como:

  • Autoatendimento: Varejistas que estão utilizando modelos de self-checkout para agilidade no consumo e eficiência na reposição de produtos com novas tecnologias;
  • Marketplace: Não apenas o B2C aderiu mais à estratégia neste ano, mas também as indústrias encurtaram o caminho em direção a seus consumidores, realizando entregas diretamente a eles;
  • Diversificação: A pandemia reforçou a necessidade de adaptar produtos e serviços no portfólio para continuar atingindo os clientes efetivamente;
  • Omnichannel: Estratégias que integram online e offline, como O2O e phygital, são modelos que se destacam em meio ao cenário atual.

 

[Dia 3 - 29/10]

Varejo na prática

dino-gueno-palestrantes-lp-3Dino Gueno, mentor de vendas e autor do livro A Loja Que Vende, falou sobre as oportunidades que as lojas podem aproveitar para 2021, com foco em aspectos como:

  •         Reputação: os consumidores estão mais ligados ao propósito das marcas, e isso é importante para conquistar a confiança em um cenário em eles estão mais cautelosos;
  •         Reprogramação racional: diante da impossibilidade de fazer viagens e se entreter fora de casa, as pessoas procuram luxos que podem ser aproveitados no ambiente doméstico;
  •         Tecnologia: o digital se fortaleceu, e a experiência de compra é preponderante para que o público escolha um produto ao invés de outro. 

A era coronavírus

angelica-euromonitor-palestrantes-lpAngelica Salado, gerente de Pesquisa da Euromonitor International, mostrou como o comportamento do consumidor mudou durante a pandemia, de modo a gerar:

  • Feudalização: a preferência por produtos próximos de casa faz com que os bairros e regiões tenham um funcionamento economicamente parecido com os feudos medievais;
  • Digitalização: plataformas de marketplace e e-commerce foram responsáveis pela maior parte dos resultados do varejo no mundo, e o delivery tende a se reinventar com a descentralização dos centros de distribuição;
  • Consumo: 2020 gerou uma demanda reprimida; com a volta da economia, as pessoas querem comprar o que não puderam durante o período, causando um “revenge shopping”.


geoAwards 2020


painel-geoawards-finalistaspalestrantes-lpLuana Pedro
, da Danone Nutricia, foi a grande vencedora do prêmio de melhor case de inteligência geográfica dos últimos tempos!

O case dela, que utilizava diversos dados para distribuir mix de produtos de linha nutricional em várias cidades brasileiras, foi imbatível.

Mario Zaccharias, da Outdoor Social, foi o segundo colocado, com estudo sobre o mapeamento da incidência do coronavírus em Paraisópolis.

E Alexandre Turatto, da Oba Hortifrutti, que usou as informações de georreferenciamento em uma análise de previsão de vendas para novas lojas, foi o terceiro.

Parabéns a todos os participantes!

New Call-to-action

Por Victor Melo / Redator Web

Comentários

Ebooks

Materiais mais baixados

  • [EBOOK] 6 Fatores de Sucesso para Abertura de Novas Lojas Baixe grátis
  • [EBOOK] As Principais Soluções de Geomarketing Para Expansão de Redes Baixe grátis
  • [TOP 50] Os Municípios com Maior Potencial de Consumo Baixe grátis
  • [QUIZ] Você sabe o que considerar na escolha do ponto comercial ideal? Baixe grátis

Acompanhe a Geofusion

Assine nosso blog e receba o melhor conteúdo sobre Geomarketing