O que um shopping de vizinhança pode oferecer para sua rede

O avanço das grandes cidades tem transformado muitos hábitos de consumo ao longo dos anos. Isso porque com um trânsito cada vez mais caótico, as pessoas acabam perdendo muito tempo no trajeto entre a casa e o trabalho.

Por conta disso, tarefas como visitas a supermercados, salões de beleza ou lojas de departamento, passaram a exigir praticidade e economia de tempo, além da já buscada comodidade.

shopping-de-vizinhanca
Foto: Flickr

Dentro desse cenário, um dos empreendimentos que mais tem alcançado resultados é o shopping de vizinhança.

A concepção é basicamente a mesma dos supermercados que estão investindo em lojas menores. São uma versão simplificada dos grandes centros de compras, possuem em média de 10 a 15 mil m² de ABL (Área Bruta Locável) e prezam pela boa localização.

Aliás, estar próximo das pessoas é fundamental para os strip malls, como também são conhecidos esses pequenos centros comerciais, por isso é muito comum vê-los atrelados a postos de gasolina e supermercados ou próximos a condomínios residenciais de grande porte.

Outro benefício é que, dependendo do segmento de atuação, eles costumam atrair mais clientes que lojas de rua. Além disso o aluguel costuma ser 50% mais barato do que  em um shopping tradicional.

Não é à toa que esta modalidade de negócio vem crescendo e atraindo cada vez mais as grandes redes do varejo e franquias. A ideia é que com a presença das lojas âncora dessas redes, o fluxo de pessoas seja repassado também para as lojas menores.

Um mesmo shopping, atrelado a um posto de gasolina por exemplo, pode conter pizzaria, loja esportiva, lavanderia e até pet shop. Assim, o consumidor pode realizar todas as tarefas que precisa em um único lugar.

Algumas redes como Burguer King, McDonald’s, Subway e Drogaraia, por exemplo, já estão presentes em centros comerciais ancorados na rede de postos Ipiranga. Isso mostra que o modelo bastante comum nos Estados Unidos, vem crescendo no Brasil.

Os strip malls também têm ganhado espaço em regiões residenciais, onde prezam pela proximidade com casas, prédios e condomínios, mas não necessariamente se atrelam a postos de combustível.

As vantagens para as redes de varejo são inúmeras nesse caso, principalmente aquelas que não são tão conhecidas ou buscam aumentar seu market share.

Mas é importante salientar que apesar de todos os benefícios, se você deseja expandir suas unidades também para os shoppings de vizinhança, precisa ter a certeza de que seu público alvo estará lá.

E uma ótima maneira de descobrir isso é utilizando uma ferramenta de geomarketing, pois com ela é possível realizar estudos sociodemográficos e mercadológicos no entorno das strip malls.

Darei mais detalhes sobre esses estudos no decorrer do texto, mas antes, sugiro que baixe também o nosso eBook gratuito para complementar seu aprendizado. É só clicar no banner abaixo e realizar seu download.

Estratégia de expansão com Geomarketing

Porque utilizar o geomarketing para avaliar um shopping de vizinhança?

Um software de geomarketing ou inteligência geográfica de mercado, pode te ajudar a entender alguns dados muito importantes sobre o tipo de consumidor, a presença de concorrentes, o fluxo de pessoas na região, etc.

E o melhor é que isso tudo pode ser feito sem que você precise sair do escritório. Confira algumas das informações possíveis de serem coletadas:

Dados sociodemográficos

Renda média, faixa etária, quantidade de domicílios e densidade demográfica são dados que podem indicar as características da população existente no entorno das lojas.

E o resultado é melhor ainda quando essas informações podem ser cruzadas, como quantidade de domicílios por renda, ou renda por faixa etária.

Uma boa ferramenta pode te dar esses insights e te ajudar a entender se os consumidores são semelhantes ou não ao seu público-alvo.

Imagine, que uma rede de fast food quer descobrir antes de abrir uma nova loja dentro de um shopping de vizinhança:

  • Se naquela região há predominância de pessoas que possuam entre 15 e 35 anos

  • Pertencentes às classes B e C

  • Que moram em apartamentos (já que o conjunto de lojas fica localizado a 1 quadra dos principais condomínios do bairro)

Uma boa ferramenta de geomarketing pode te ajudar a tomar decisões sólidas, aliando as pesquisas ao trabalho de campo, por exemplo.

renda-media
Exemplo de visualização de renda em municípios usando software de geomarketing

Analisando concorrência

Ainda utilizando o exemplo do tópico anterior, se a rede de fast food quisesse monitorar a concorrência próxima ao novo empreendimento, também poderia contar com a inteligência geográfica de mercado.

E entender como o concorrente está se posicionando é fundamental. Isso evita, por exemplo, que a empresa citada acima, descubra somente após a inauguração de uma unidade, que outra rede semelhante também possui uma loja tradicional na mesma quadra.

Subindo sua base com os dados de localização dos concorrentes em um software de geomarketing, é possível descobrir informações sobre quantas unidades possuem no entorno e qual o porte dessas unidades, quantas delas estão dentro de shoppings de vizinhança, etc.

Área de influência

É a distância percorrida pelo consumidor até chegar dentro de sua loja no shopping. Se um dos seus principais objetivos é oferecer ao consumidor praticidade e economia de tempo, a distância entre você e seus clientes é algo que precisa ser totalmente mensurado.

Com uma ferramenta de geomarketing, você consegue criar uma área em um mapa, de acordo com a distância pré-estabelecida e descobrir quantas pessoas você atingirá dentro desse perímetro. No exemplo abaixo podemos ver a área de uma loja localizada em um posto de rodovia:

area-de-influencia

O interessante é que alguns softwares oferecem informações de deslocamento por tempo ou km, em outras palavras, se você está a 5 minutos ou 500 metros do consumidor.

Essa dinâmica é interessante pois, às vezes, a distância em metros entre sua loja e o consumidor pode até ser curta, mas o acesso não é facilitado, seja por um viaduto que vive travado pelo trânsito ou por uma rua cheia de semáforos.

Coloque todas as informações na balança

Uma ferramenta de geomarketing permite uma possibilidade de análises quase infinita, embora neste post tenhamos citado apenas algumas.  

Mas, é interessante que avalie o peso de cada uma delas para escolher quais possuem um maior peso na escolha.

Cabe a você aliar os estudos sociodemográficos e mercadológicos, realizar trabalho de campo e com os insights obtidos, tomar as melhores decisões. Você também pode conferir estas 7 dicas para escolher um ótimo ponto comercial.

Uma coisa é certa, conte sempre com um software de geomarketing, para que essa tarefa possa ser feita de maneira menos árdua e muito mais assertiva.

Quer entender melhor os benefícios de uma ferramenta desse tipo para o seu negócio? Então não deixe de baixar nosso eBook gratuito para entender mais sobre a metodologia. É só clicar no banner abaixo.

Estratégia de expansão com Geomarketing

Por João Caetano / Gerente de Marketing de Produto

Comentários

Ebooks

Materiais mais baixados

Acompanhe a Geofusion

Assine nosso blog e receba o melhor conteúdo sobre Geomarketing